Como guardar dinheiro ganhando menos de um salario

By | 13 de agosto de 2012

Você pode até achar isso impossível, mas a verdade é que tem muita gente espalhada por esse Brasil que ganha menos de um salario por mês e consegue manter a vida assim mesmo.

Conseguir guardar dinheiro todo mês ganhando tão pouco assim é um verdadeiro desafio, mas não é impossível.

Veja 4 dicas de como guardar dinheiro ganhando menos de um salario por mês.

1 – Gaste apenas com o necessário

Essa é uma iniciativa que deve partir de você e para quem quer guardar dinheiro é preciso entrar em união com as suas contas.

Simplesmente não saia por aí gastando com qualquer coisa. É importante definir todo mês com o que você irá gastar uma parte do seu dinheiro e separe outra para guardar.

2 – Evite prestações longas

Nos dias de hoje é muito difícil as pessoas comprarem um produto avista, mas para quem quer guardar dinheiro com menos de um salario deve evitar ao máximo as longas prestações.

Eu, por exemplo, por um longo tempo fiquei prezo as prestações e só depois que as terminei foi que consegui pegar aquele dinheiro e poupar para um projeto futuro.

guardar dinheiro ganhando pouco

3 – Aceite o seu salario

Tem pessoas que ganham meio salario e querem ter tudo que aquelas que ganham 2 ou 3 salários tem. Não que elas não possam ter, mas tem que aceitar a realidade.

Eu não posso comprar um carro novo só porque o meu vizinho comprou um e mesmo sabendo que o meu salario não dá para pagar.

Então, se você ganha menos de um salario, haja naturalmente e saiba dar valor ao seu dinheiro.

Defina um pequeno valor

Recentemente eu publiquei o artigo como guardar dinheiro ganhando um salario e falei da importância de definir um valor para guardar.

Hoje eu volto a falar para quem quer poupar um dinheirinho todo mês.

Comece com um pequeno valor. Defina R$ 50,00, por exemplo, para guardar todo mês e tente manter o ritmo em todos os meses. Ao final de um ano, você terá simplesmente R$ 600,00.

Um bom valor para quem guarda tão pouco, a ponto de nem sentir falta do dinheiro poupado.